A atribuição de um foral a um determinado território, constituindo-o como Concelho, e definindo a sua administração, deveres e privilégios, constitui um marco indelével na História do Municipalismo.
Nesse contexto, tem a Câmara Municipal vindo a promover a realização de uma Feira Quinhentista, evocativa daquele marcante acontecimento, a qual tem merecido franca adesão dos severenses e motivado a curiosidade e presença de inúmeros visitantes.
No ano em curso, volvidos que são 506 anos da atribuição da Carta de Foral por sua Majestade El-Rei D. Manuel I, não é possível, tal como previsto, devido aos condicionalismos impostos pela pandemia da COVID 19, comemorar fisicamente a efeméride.
Ainda assim, e de molde a não deixar cair no esquecimento tão importante data para a História de Sever do Vouga, fá-lo-emos de forma virtual, através de uma exposição, promovida pelo Museu Municipal, onde se procura ilustrar a razão de ser dos Forais em geral e caracterizar, em particular, o Foral de Sever do Vouga.
Para o próximo ano retomaremos, caso as circunstâncias o permitam, a celebração festiva dos 507 anos do Foral de Sever do Vouga.

José Manuel Almeida e Costa
Vice-Presidente da Câmara Municipal,
com o pelouro da Cultura